Saiba como plantar o Manacá da Serra

Comunicar é preciso
5 de julho de 2017

manacasementesSementeira

Prepare uma sementeira ou vaso. Para substrato devemos usar composto orgânico de folhas peneirado bem fino. Outra opção uma mistura de terra vegetal com húmus e um pouco de areia fina. Nivele deixando bem plano. Regue em seguida e espere uma hora até o excesso de água escorrer (importante o recipiente ter uma boa drenagem).

Agora pulverize as sementes sobre a superfície do substrato molhado. Não cubra as sementes, pois precisam de luz para germinar. Agora usando um borrifador, pulverize um pouco de água sobre as sementes espalhadas sobre o substrato para que as sementes possam se acomodar.

Cubtra a sementeira ou vaso com um saco plástico transparente para manter a umidade e temperatura estáveis. Faça uns 2 a 3 pequenos furos no plástico para circular um pouco de ar. Coloque o vaso ou sementeira em um local que pegue bastante claridade, mas não sob o sol direto. Verifique a umidade do substrato todos os dias.

É recomendado borrifar um pouco de água na superfície com bastante cuidado para as sementes não se moverem. Uma boa dica para umedecer o substrato é fazendo de baixo para cima, ou seja, quando quiser umedecer, coloque o recipiente dentro de uma bandeja ou bacia com pouco de água e deixe a terra “chupar a água”. Deixe por alguns minutos, depois que a superfície estiver levemente úmida retire da água. Muito cuidado para não encharcar demais o substrato e apodrecer as sementes.

As sementes irão germinar com menos de 15 dias, algumas germinam rápido e outras vão demorar um pouco mais, portanto espere, pois sempre terá umas mudinhas “retardatárias”. Após a emergirem, retirar o plástico e redobrar o cuidado com a umidade do substrato. Mantenha em local com boa claridade, mas sem sol direto.

Transplante de mudas de Manacá

Quando as plantinhas apresentarem 4 cm ou 6 folhinhas poderá ser feito o transplante para sacos ou vasos para cultivo, mantendo-se à sombra em cultivo protegido com pelo menos 50% de sombra, até atingirem 50 cm, quando coloca-se um tutor de bambu para conduzir a muda.

Levar para canteiros e iniciar a formação da árvore.

ManacaarvoreSubstrato de cultivo

O substrato de cultivo da “muda” deve conter adubo animal de curral bem curtido, composto orgânico de folhas e vegetais e, areia em partes iguais. A colocação de farinha de ossos também é recomendável, cerca de 30 gramas por muda. Fazer a mistura, e plantar.

Se já neste estágio desejar introduzir o tutor no substrato, ganhará tempo.

Outras dicas

• Necessita de sol e solo fértil e de umidade moderada.

• Para plantar as mudas, abrir um buraco maior que o torrão da muda.

• Colocar adubo animal de gado bem curtido, cerca de 1 kg/muda, misturado a composto orgânico oriundo de folhas decompostas. Pode usar também húmus de minhoca se preferir.

• Colocar também farinha de ossos. Misturar bem.

• O fundo do buraco e as laterais deverão ser remexidos para evitar a compactação da terra, permitindo que a muda se desenvolva bem.

• Colocar a muda no buraco depois de cortar o pote de plantio e retirar o torrão.

• Nas laterais colocar também a mesma mistura. Regar bem.

• usar tutor de estaca de eucalipto para a muda ter um apoio.

• Para amarrar, usar cordão de sisal ou algodão, dando a forma de oito para não estrangular a planta quando esta crescer.

• Manter as regas diárias até uns 10 dias, caso não chova no período.

2 Comentários

  1. eraldo pedro disse:

    QUERO PLANTAR UMA EM FRENTE DA MINHA CASA, GOSTARIA DE SABER SE A RAIZ DESSA PLANTA ESTOURA AS CALÇADAS.

    • Redação disse:

      Olá Eraldo! A Manacá-da-serra ou Tibouchina mutabilis, no nome científico, é uma excelente árvore para o paisagismo urbano, uma vez que não possui raízes agressivas e tem porte médio, que pode variar de 6 a 12 metros de altura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

.